Hemp Mania na Moda

(parte 2 do Especial postado originalmente no site Universo AA)

MODA VERDE

MACONHA ESTAMPADA: A FOLHINHA DANINHA QUE CHEGOU AO CLOSET. PRA LÁ DE FASHION – E SEM AR RIPONGA. VOCÊ ESTÁ PRONTO PARA ESTA TENDÊNCIA?

ADIDAS HEMP

Tudo começou nos Estados Unidos, com a autora Katie Shapiro. Ela virou celebridade instantânea por conta de seu blog The Cannabist, que tem a atriz Woopie Goldberg entre os colaboradores. O conteúdo não se restringe a discursos pró-liberação. Lá os leitores encontram receitas, curiosidades e relatos inspiradores sobre o consumo para uso medicinal e recreativo. Por lá até a imagem da folha de maconha evoluiu de hippiepara hype. As cantoras Rihanna e Miley Cyrus fizeram apologia – como se dizia nos anos 1970 – incorporando a seus figurinos estampas de “ganja leaves”, como ficaram conhecidas na Terra do Tio Sam.

61TfRKmLsAL._UL1500_

Se você também detesta aquelas camisetas ripongas com uma folha emoldurada por três tons em tie-dye, pode até mudar de ideia e investir nas novas peças com prints miúdos – que até se confundem com outra tendência em alta para o Verão: as estampas de folhagens. Na moda masculina, os looks são mais discretos. “As meias da marca americana Huf dão um toque bacana, sem ostentação”, comentou outro amigo que, por razões óbvias, também prefere não se identificar.

Original-Design-Marijuana-Leaf-Cotton

Uma unanimidade entre os entrevistados foi o Adidas Hemp, calçado que utiliza a planta como fibra e abriu a discussão sobre o assunto na época que foi lançado no Brasil. “Na verdade, o cânhamo sempre foi utilizado como fibra têxtil” explica o Visual Merchandiser Fábio Furlan. “Só não é visto como de alta qualidade por ser rústico e ter um toque um pouco duro. Mas é melhor do que as fibras artificiais, extremamente poluentes”, conclui Fábio.

miley-cyrus-bangers

É cedo para repetir no Brasil que “ganja leaves are the new black”. Mas quem ficou animado com a ideia já encontra boas opções de produtos para comprar online – a preços, igualmente, populares. Vai aderir?


Você está na parte 2 desta matéria, leia também… 

Maconha intragável: como a erva invadiu as gôndolas de supermercados e farmácias


*Fernanda Prats viaja com o Remote Year, projeto de uma startup americana que leva “nômades digitais” para diversas cidades do mundo durante um ano. A cada mês, a stylist vive em um lugar diferente – sempre pesquisando novidades, tendências e estilo de vida.

Guardanapo virtual... escreva aqui seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s