Isolada em um Paraíso

A experiência de morar em João Pessoa na pandemia.

Cheguei à capital da Paraíba pronta para uma vivência de isolamento social com mais leveza, aproveitando para curtir o estilo de vida praiano da melhor maneira possível.

Aí, João Pessoa entrou em lockdown  ☹

Isolada em um paraíso? OK. Agora, imagine meu susto ao ver as notícias sobre o fechamento das praias! Dá até vergonha de escrever isso, diante de todo o sofrimento que a Covid-19 vem causando…  Mas não seria sincero dizer OK de novo e esconder minha frustração.

Bora me preparar para mais adaptações e desafios, sem esquecer da promessa de contar tudo sobre a experiência de morar em João Pessoa numa fase de novo normal. Ou quase isso. Melhor começar logo a compartilhar minhas impressões sobre a vida em Jampa porque as coisas devem mudar a partir do lockdown mais rigoroso que acaba de ser decretado.

Meu não-tour por João Pessoa

No post anterior, eu explico como vim parar em João Pessoa depois de pensar muito, fazer um balanço de expectativa vs. realidade e planejar uma viagem responsável (e não turística) dentro do permitido pelas circunstâncias.

Então, vou pular direto para meus primeiros achados e achismos sobre Jampa…

morar-em-joao-pessoa

Climão | Jampa Caliente

Vim para cá sabendo que não dá para se ver o pôr de sol nas praias de João Pessoa, mas confesso que não tinha pensado no que mais isso poderia significar. Até ser surpreendida pela lua cheia nascendo no mar…

Aí, o gatilho puxa poesia e a gente até rima: como não se apaixonar por este lugar?

A cidade espalha #goodvibes em seus mil tons de verde e de azul cristalino, na brisa gostosa, nas águas morninhas, na simpatia e disposição das pessoas, que se exercitam na orla às 5 da manhã.

A natureza presente nas áreas urbanas impacta nos índices de qualidade de vida e faz de João Pessoa uma das melhores cidades para se morar no Brasil.

Mas também preciso avisar que o calorão aqui é para os fortes.

Estou há dois meses dormindo sem qualquer tipo de coberta e tomando banho com o chuveiro desligado. Essa atitude só não é mais sustentável porque tomo banho ao entrar em casa, banho para sair de casa e até banho para ficar em casa sem ligar tanto o ventilador e o ar-condicionado ou me refugiar na varanda.

Achado | Um Cowork na Vibe de João Pessoa

Sim, o plano era trabalhar de casa, sozinha e isolada. Só que um dia eu passei em frente a um espaço de cowork a caminho da praia e não resisti à tentação de dar um confere.

Desde então, é lá que meu laptop funciona mais feliz!

clubjob-cowork

O Clubjob me encantou pelo encaixe perfeito entre a vibe praiana de Jampa e todas aquelas coisas práticas que um profissional precisa para trabalhar remotamente: conexão rápida e confiável, ambientes com ar-condicionado, café, cozinha, lockers, áreas para convivência… em um espaço de cowork bem adaptado às medidas de prevenção contra o coronavírus.

Na real, a unidade que estou frequentando abriu pouco antes do início da pandemia e não chegou a fechar nem um dia por conta disso. É claro que rolou uma pausa nos eventos, mas eles adotaram os protocolos necessários para seguir atendendo de grandes empresas e startups a nômades digitais, como já vinham fazendo há 8 anos em outra área nobre da cidade — com pacotes bem elaborados e acessíveis.

Isso me deu tranquilidade para ir trabalhar todos os dias em um lugar onde me sinto segura e estimulada a produzir, além de aproveitar as trocas profissionais e conversas nos momentos de pausa. Sempre com o devido distanciamento e uma passadinha de álcool gel 😊

Curiosidades | Viva as diferenças

Pronto, bora começar a resenha. De uns tempos para cá, passei a responder Férnanda quando perguntam o meu nome. Só que não é para fazer sotaque nordestino genérico de novela das seis, não… Meu apelido na família sempre foi Fér, provavelmente por influência de meu avô baiano, então acaba saindo assim até o meu paulistanês entrar em cena.

Mas já estou aprendendo várias expressões paraibanas ao assistir os programas de jornalismo local. Por exemplo, o termo giradouro (para o que eu chamava de rotatória) e expressões como “acabar com esse desmantelo”, “pode não, major” ou “vou me embora, meu nome é tchau”. E o tanto de vezes que eu via a palavra capoeira soando fora de contexto em faixas e cartazes até entender que aqui isso significa ovo caipira?

É claro que não teve carnaval em João Pessoa. Mesmo assim, pude ter uma ideia do que os pessoenses fazem nessa época através de uma exposição sobre o tema. O mais curioso, para mim, foi saber sobre a “ala ursa” na qual um dos passistas desfila com uma imensa fantasia de urso. Imaginou o calor ao sambar fantasiado como o animal, que nem vive nesta região?!!

É eita atrás de eita!

Pontos Positivos e Negativos | O Que Poderia Melhorar?

Por mais que eu sinta certo desconforto em dar minha opinião sobre pontos positivos e negativos de João Pessoa, esta é uma pergunta frequente. Então, acho que vale a pena mencionar o que é bom e o que tem potencial de melhorar.

praias limpas em jampa

Reciclar é preciso

Um dos primeiros pontos positivos que notei na orla de João Pessoa — além do calçadão com ciclofaixas — foram as lixeiras com diferentes campanhas de conscientização sobre a limpeza das praias. Algumas até vem com saquinhos para recolher dejetos, como a que aparece na foto acima.

Porém, estranhei a surpresa do porteiro do prédio quando perguntei onde colocar o lixo reciclável e o fato de outras pessoas não saberem informar onde há pontos de coleta seletiva.

Rapidamente, descobri duas praças aqui por perto que possuem grandes lixeiras próprias para reciclagem. Isso deveria, inclusive, contribuir com o sustento de catadores e separadores de lixo. Mas vira e mexe esses latões são violados por pessoas que pegam as latinhas para revenda e deixam o resto do lixo espalhado pelos canteiros!

Respeito aos pedestres

Não é lenda urbana: os motoristas de João Pessoa realmente param na faixa ao notar que alguém quer atravessar a rua. E até quando não se está perto da faixa, basta sinalizar com a mão que eles freiam para a gente.

A gentileza já não é a mesma na hora de estacionar. Nesse caso, travar a passagem das pessoas é o básico. Tem motorista que ocupa toda a calçada, deixando o carro paralelo ao meio fio, como se estivesse em uma vaga na rua.

Aliás, outra coisa que atrapalha muito a vida dos pedestres é a diferença de pisos no calçamento — cujo acabamento parece estar por conta dos proprietários dos diferentes imóveis.

Em uma só caminhada, a gente pode passar por calçadas largas, com coqueiros plantados pelo passeio e outros detalhes suntuosos combinando com o estilo dos prédios a que “pertencem”, depois ter que subir um degrau, andar por uma parte com pedras portuguesas e outra com paralelepípedos, sujar os pés na areia de uma obra e ainda contornar alguns carros!

Afinal, como é morar em João Pessoa em tempos de pandemia?

Estou descobrindo isso com muita cautela. O que posso dizer, com dois meses morando em Jampa, é que aqui realmente é um paraíso para quem busca qualidade de vida no isolamento.

Com a estrutura de uma capital e a descontração típica de cidade praiana, João Pessoa é um lugar ótimo para se morar — não apenas para fazer turismo pelo Nordeste.

jampa_joaopessoa_paraiba_brazil

Ainda falta contar sobre as comidas, praias e passeios que pude fazer até agora, além das possíveis mudanças no estilo de vida para cumprir com as medidas do novo lockdown na Paraíba… então, aguarde os próximos posts!

Beijos, Prats

Esclarecimento: 

A dica de espaço de cowork que compartilho aqui reflete meu ponto de vista autêntico sobre a empresa — e algumas informações levantadas com um dos sócios por pura curiosidade.

O Clubjob abriu as portas para mim como uma cortesia e agradeço muito a oportunidade, pois a experiência está sendo até melhor do que relato em meu texto.

One Reply to “Isolada em um Paraíso”

Guardanapo virtual... escreva aqui seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: