TESTE: EMS Fitness

Que tal você simplesmente vestir uma roupa para otimizar – e muito – seu treino? Testei os exercícios com eletrodos que potencializam os resultados da malhação em menos tempo e sem ter que levar nada pra academia!

EMS-Fitness-pratserie-blog

Me apaixonei por um cara logo no primeiro dia do Remote Year, antes mesmo de conhecer toda a turma. Ele estava lá, sem camisa, em frente ao meu hotel em Praga. Irresistível. Pena que era apenas uma foto de propaganda no prédio do outro lado da rua. Na mesma fachada, a imagem dele fazendo flexões me deixou ainda mais instigada. Desta vez, ele estava vestido, mas o figurino era un tanto inusitado… Não demorei muito descobrir que ali funcionava um estúdio de EMS Fitness.  E já agendei um teste, claro, empolgada com as informações sobre esse tipo de atividade física. Eu moraria um mês na cidade e, se os resultados fossem tão bons como o prometido, poderia me jogar na gastronomia típica sem culpa. além de não ter que carregar mochila de academia pra lá e pra cá.

Teste: Treino com EMS FitnessNÃO É MAGIA, É TECNOLOGIA

O treino que experimentei foi desenvolvido para trabalhar 90% da massa muscular em apenas 20 minutos, por conta de uma tecnologia chamada EMS (Electrical Muscular Stimulation). Combinados à atividade física, os estímulos elétricos “dão uma forcinha” para que o esforço valha por dez. Por isso, essa tecnologia é usada por atletas quando precisam de resultados rápidos. O bonitão da foto, por exemplo, é o Campeão Olímpico de Pentathlon Moderno, David Svoboda – suspiros – que esteve por aí na Rio 2016.

A Alemanha foi um dos primeiros países a adotar o EMS Fitness. Hoje em dia, mais de 400 Studios oferecem esse tipo de atividade por lá. A tendência também tem crescido pela Europa, com novas unidades inaugurando em Londres e Paris. Ironicamente, os americanos (fãs de gadgets para ginástica passiva) não se interessaram tanto pela novidade.

teste-EMS-fitness-treino-computadorizadoSE LIGA

A ideia de ligar eletrodos ao corpo te dá uma certa aflição? Cá entre nós, minha resposta é sim… Fora que me faz pensar naqueles aparelhos vendidos na TV, com o locutor repetindo: “- Ligue já”.  E, realmente, não é nenhuma novidade.

O princípio da estimulação elétrica vem sendo usado desde os anos 1960’s por esportistas russos mas, segundo a assessoria do Studio, essa técnica foi aprimorada para atingir até 350 músculos ao mesmo tempo – inclusive músculos opostos, como bíceps e tríceps. Por isso o treino não precisa ser longo. Assim como nosso cérebro manda impulsos para gerar contrações e criar movimentos, os “choquinhos” potencializam o efeito dos exercícios, penetrando em camadas mais profundas da musculatura. Assim dá para trabalhar todos os grupos musculares em pouco tempo, sem sobrecarregar os ligamentos e tendões. E as promessas do uso essa tecnologia aliada aos exercícios físicos ainda incluem: redução de gordura e da aparência da celulite, alívio de dores nas costas, melhora da postura, diminuição do stress.

teste-ems-fitness-malhação high-techVEM TESTAR COMIGO!

O teste rolou num Studio da BodyBody em Praga, uma rede que conta com 8 unidades na República Checa. Pra aliviar a aflição de vestir um modelito plugado a aparelhos, descobri que a aula poderia ser feita em dupla – valendo até rachar a conta de 300 Coroas Checas por sessão avulsa (aproximadamente R$ 40). Não foi difícil encontrar alguém para me acompanhar. Postei uma foto da fachada no meu Instagram e logo uma das meninas de Remote Year se ofereceu para testar comigo: Britanny Carter, americana, consultora industrial, curiosa como eu. Thanks!

Quinze minutos antes da hora agendada, atravessamos a rua do Hotel. Ambas de top, legging e tênis, mesmo sabendo que isso seria desnecessário- imagina nossa ansiedade?

Chegamos dizendo “Dobry den” (o “olá” Checo) e a recepcionista começou a falar, animadamente. Deu para entender que ela estava oferecendo uma bebida mas apelamos para o inglês para decidir o sabor de uma das águas vitaminadas, que faziam parte do pacote e foram servidas o tempo todo pra gente. Junto com os copos imensos, recebemos uma chave magnética para o armário, as roupas e uma toalha. No vestiário haviam sachês de sabonete, xampu e condicionador, caso quiséssemos tomar banho.

ems-studio-prague-pratserie-blogFIGURINO ELETRIZANTE

O look parecia básico, em princípio: uma camiseta meia manga e um legging corsário, ambos pretos, em algodão strech, com cheirinho de lavanderia. Britanny estava usando uma regatinha por baixo, mas teve que tirar para não atrapalhar as contrações no abdomem e costas – o tecido faz diferença na recepção dos estímulos, por isso a roupa tem que ser fornecida pelo Studio.

Em seguida vestimos coletes, cinturões e faixas com eletrodos ajustadas aos braços e pernas. Detalhe: os acessórios foram borrifados com um líquido antes de entregarem para a gente (fiquei bem aflita nessa hora). A personal Karolina Bendová conectou nosso “modelito” e foi ativando cada parte gradativamente, pedindo para avisarmos quando parar. A sensação deveria ser forte mas suportável, segundo ela.

teste-ems_exercises_ginastica-com-eletrodos
Brit e eu com o look chocante!

ANTES & DEPOIS

O treino em si foi relativamente simples, porém intenso. Agachamentos, abdominais e flexões, às vezes utilizando a Bola Suíssa ou o Bosu. Como eram poucas repetições, dava para aguentar bem cada série. Achei ótimo ter a Karolina acompanhando todo o processo. Ela dizia brincando que era uma torturadora, porém a todo momento perguntava como estávamos nos sentindo e  enchia nossos copos.

Eu estava há quase um mês sem praticar meu Neo Pilates, mas não fiquei dolorida depois do treino – só precisei ir várias vezes ao toalete por ingerir tanto líquido. Já a Britanny disse que seus músculos lembraram da tortura nos dias seguintes.

Senti uma melhora no tônus da pele e, sim, um alívio das dores nas costas causadas pelas horas de trabalho no computador – até então uma novidade para mim. Passei a encarar como uma massagem o que antes chamei de “choquinhos”. Praticamente uma drenagem linfática ativa, com direito a todos os benefícios.

test-ems-exercises-by-fernanda-prats.JPGRESULTADO DO TESTE

Não pude fazer o mínimo de 6 semanas recomendado para que os resultados aparecessem… mas me pesei antes de deixar a cidade: 2kg a menos!

Achei muito conveniente pra quem não tem tempo e paciência de carregar kit-fitness pra frequentar academia. Eu estava acostumada a exercícios bem puxados e pedi para a professora propor alguns desafios para não ficar com a sensação de que estava “dando um truque” por só fazer 20 minutos de exercícios. Mas ela garantiu que meu treino seria efetivo, assim como o de outras pessoas com diferentes graus de condicionamento – “Por serem apenas 2 alunos por aula, dá para seguir o ritmo de cada aluno, aumentando a intensidade gradualmente”, disse Karolyna.

Encontrei outro Studio de EMS em Istambul, na Turquia, onde também aproveitei para entrevistar um dos professores e complementar essa matéria para a revista Boa Forma. Curtiu? Leia online no portal M de Mulher.

IMPORTANTE: Este NÃO é um publi-post. Testei a modalidade por conta de minha colaboração com a revista Boa Forma e o portal M de Mulher. As fotos foram fornecidas pela BodyBody

Beijos, Prats

Guardanapo virtual... escreva aqui seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s