Começa de novo, 2017!

Você já entrou com tudo no ano novo? Colocou em prática os planos de dieta e academia, parou de fumar, resolveu ser um pouquinho menos exigente para ver se engata um romance? Eu não. Por isso resolvi adotar o dia de hoje para dar um reboot em 2017. Aí vi que o calendário dos chineses só mudava no dia 28 de janeiro. Então puxei os olhinhos e disse: Xie Xie (obrigada).

Se esta data marca um início importante lá do outro lado do mundo,  espero que também marque uma nova virada para mim…. e, quem sabe, pra você também. Bora decretar um novo ano novo? Pode ser hoje, amanhã, a qualquer momento. Vale tudo na batalha por uma mudança significativa!

Vencer o poder do hábito não é nada fácil. Ao menor descuido, retomamos as atitudes e crenças que tanto queremos transformar em nossas vidas. 

Minhas resoluções de ano novo não são exatamente as que cito lá nas primeiras linhas deste texto. Preferi simplificar, sabe? Isso porque acabei de mudar de emprego e de cidade, abandonando a mais recente versão de “zona de conforto” onde eu tinha me instalado. Ou seja, até já coloquei em prática algumas das mudanças, mas o desafio mesmo é me manter firme e coerente com o propósito disso tudo.

Antes, eu tinha conquistado um cargo bacana, num lugar idem, cercada de gente descolada – e a ilusão de estar vivendo confortavelmente, apenas por me acostumar com as coisas do jeito que eram. Eu tinha autonomia para fazer meus horários, delegar tarefas, definir prioridades…  só que isso também significava uma grande responsabilidade. Então já viu, né? Onde desliga? Não desliga, pifa! Resumindo, o trabalho tinha se tornado meu estilo de vida e, por mais que eu estivesse feliz, não havia muito limite entre o profissional e o pessoal. Eu estava repetindo velhos padrões, em novo endereço.

Esse foi um dos grandes cliques, uma das grandes descobertas que fiz nesta jornada. Rodei por 10 países e levei um ano e meio para reconhecer o principal conceito que preciso mudar: trabalhar para viver, em vez de viver para trabalhar.

Então, espero que meu texto te encoraje a repensar quais hábitos e rotinas estão te fazendo desperdiçar energia em vão. Temos o ano inteiro pela frente. É “muito chão” para percorrer, melhor buscar o caminho mais certeiro.  Hoje, 28 de janeiro, recomeço 2017 com um novo ponto de chegada em mente.

Mesmo as mais longas viagens, sempre começam por um passo

Provérbio chinês.

Feliz Ano Novo!

Beijos, Prats

Guardanapo virtual... escreva aqui seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s