Bruxa Solta – Halloween pelo mundo

Neste post, relembro como vivenciei o Dia das Bruxas em 3 países  — além de compartilhar algumas ideias criativas para festa de Halloween e dar um spoiler sobre como a data é encarada na Albânia.

Nunca fui à uma balada de Halloween no Brasil (nada contra, apenas não rolou), mas já organizei uma festa temática no Sri Lanka, produzi adereços para comemoração na Malásia, e curti a tradição do Dia das Bruxas nos Estados Unidos.  Vem ver como foi tudo isso!

Folia em NY

No cinema, há muitas referências sobre a celebração do 31 de outubro nos países de origem anglo-saxônica: a folia das crianças, as luminárias de abóbora, os elementos ‘assustadores’ como teias de aranha, caveiras, fantasmas, etc — então não vou me alongar nessa parte.

Resumo da experiência:

De dia, a gente curtiu a decoração de Halloween nas ruas, hotéis e lojas de Nova York. À noite, saímos em busca das melhores baladas temáticas.

O ponto alto do meu Dia das Bruxas made in USA foi pegar o metrô na madrugada junto uma porção de pessoas com fantasias ousadas e divertidas!

Essa foi a parte importada com mais sucesso pelo Brasil. Nada como um Carnavalzinho a mais no calendário, né?

Terror a Bordo

Meu Halloween na Malásia foi inusitado. Lá não há uma tradição relacionada à data, mas eu estava com a turma do Remote Year e a noite da festa coincidia com uma viagem internacional agendada pelo projeto.

Como a maioria dos participantes era de americanos, a organização propôs uma comemoração no avião. A ideia era passar pela imigração normalmente e depois tocar o terror no vôo — no bom sentido— com todos usando bonés, gravatas e outros adereços inspirados no filme Snakes on a Plane (Serpentes a Bordo).

Não embarquei com eles, porque optei por passar um mês sozinha em Bali. Porém, a reunião para produzir esses adereços se transformou numa bela festinha de véspera!

Fotos: @kimmoym @green_whispers @pratserie

Halloween no Sri Lanka

O estilo de vida no Sri Lanka ainda guarda influências do período em que o país foi colônia britânica. Lá o tráfego é em mão inglesa, há o costume de tomar chá preto e muitos falam a língua da rainha.

No entanto, as festas de Halloween no país não passam de eventos promovidos pelo pessoal de marketing das casas noturnas — o tema aparece mais nos convites ou em algum detalhe da decoração, mas as pessoas não se fantasiam. A parte mais típica da comemoração fica restrita a algumas comunidades de expats, os estrangeiros vivendo por lá.

Ano passado, eu era expat no Sri Lanka com a missão de produzir uma festa de Halloween para esses gringos e mais os turistas hospedados no hostel-boutique que eu gerenciava em Colombo, além de enviar elementos para a decoração das outras unidades da rede.

Onde encontrar material para festas num país sem tradição de Halloween?

Acionei minha rede de contatos e todos apontaram para o mesmo fornecedor, que tinha apenas algumas pecinhas dentro do tema. O jeito foi apelar para a criatividade (além do Google, YouTube, Pinterest…) e habilidades manuais de nossa estagiária Nethma, que aparece na foto abaixo, à esquerda.

Festa de Halloween no Sri Lanka

Assim que ela começou a recortar bruxinhas de papel, a magia do Halloween aconteceu…

Um carinha tímido, recém contratado, sugeriu fazermos teias de aranha com sacos de lixo. Então o sub-gerente também pegou nas tesouras, a camareira ajudou na preparação da bebida, o contador saiu de sua salinha para pendurar caveiras.

Fiquei feliz de ver os olhos de toda equipe brilhando a cada nova ideia. E os muitos braços à disposição.

Com as coisas rolando muito bem por lá, aproveitei para negociar com os donos de um food truck que havia inaugurado há pouco ali por perto, Eles estacionaram o caminhão em nossa festa e venderam hambúrgueres até amanhecer. E isso nos ajudou a trazer mais mais público. Até os blogueiros foram conferir!

Detalhe da “marca” que a gente criou para o ponche – servido no galão do bebedouro!

Melhor ainda: o hostel era novo e foi a primeira vez que atingimos ocupação máxima.

Os hóspedes se divertiram montando fantasias com os adereços que deixamos à disposição, compartilharam muitas fotos em suas redes sociais e ainda postaram avaliações elogiosas em plataformas como Trip Advisor e Booking.com, inclusive mencionando o meu nome 🙂

Claro que adorei ter meu trabalho reconhecido por todos, inclusive meus chefes, mas o verdadeiro encanto dessa festa foi a transformação de colegas de trabalho em amigos.

E como será a comemoração na Albânia?

Agora vou passar dia das bruxas em Saranda, na Riviera Albanesa, onde é comum ver abóboras penduradas nesse tipo de armação que aparece na foto da esquerda.

Mas não pense que isso é decoração de Halloween…

Essas abóboras gigantes são para consumo mesmo. Muuuuito consumo pelo visto!

Bruxa Solta - Historias de Halloween por Fernanda Prats (27).jpg

Pelo que vi até o momento, não tem muito auê com relação à data por aqui… Mas, se rolar alguma festa no dia 31, prometo contar como foi!

E os seus planos para o Halloween?

Vai rolar uma festa de Dia das Bruxas por aí? Você tem alguma história sobre a data para contar? Vou adorar saber mais sobre o seu Halloween!

Beijos, Prats

DICA👍🏻: Ganhe desconto na hospedagem e ainda ajude a manter o Pratserie usando um destes links em sua próxima reserva de hospedagem!
Para escolher entre várias opções de acomodação: https://www.booking.com/s/52_6/pratse23
Para ter uma experiência local alugando um espaço para ficar: www.airbnb.com/c/fprats1

Guardanapo virtual... escreva aqui seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: