Troque suas pílulas por uma viagem

Se você duvida que fazer uma viagem é o melhor remédio para desestressar, dê uma olhada nos números que apresento neste post.

Sim, vou apelar para as estatísticas pois a minha teoria é muito simples: viajar faz bem para a mente e pode substituir aquelas pilulazinhas para acalmar a ansiedade (que tanta gente toma por conta própria).

Não estou pedindo para ninguém abandonar o tratamento de saúde, ok? 

Então,  me conta…

Você já passou por algum perrengue de viagem e, ainda assim, voltou para casa com ótimas memórias? Ou então teve um momento “eureca” enquanto explorava um lugar novo?

Está comprovado que estas experiências têm probabilidade de acontecer quando se está viajando.

Mas atenção: este texto se baseia em informações que, convenientemente, confirmam os meus achismos — assim como muitos fazem e nem se dão ao trabalho de avisar.

Para compensar a cara de pau, vou incluir um bônus no final com algumas doses de incentivo e dicas para você evitar o stress nas viagens.

Vem junto que a ideia é desopilar em 3… 2… 1!

Viajando nos números

Deu no New York Post: lá pelo terceiro dia de férias, os níveis de estresse começam a cair, dando espaço à momentos de pura inspiração.

Claro que escolhi citar um estudo gringo porque, né, já admiti que estou seguindo as tendências atuais de compartilhamento de informações 😊. O detalhe que passaria despercebido em alguns posts menos sincericidas é que as pesquisas foram feitas com apenas 2.000 americanos, com idades entre os 25 a 55 anos, e conduzidas por uma agência de turismo.

But… who cares?  Os resultados são impactantes:

  • 60% dos entrevistados afirmam que viajam, em parte, para escapar do stress da política e do noticiário ­— esse “em parte”, do texto original, traduz bem a pegada do estudo.
  • 1 em cada 3 relatam que vivenciaram um momento tipo “eureca” durante uma viagem de férias (ou você acha que eu usaria esse termo duas vezes em um texto, assim, à toa)
  • Depois de citar que as pessoas só começam a desestressar depois de 3 dias de férias, a pesquisa diz que o americano médio acredita que a experiência ideal deve ter 8 dias. E eu já tinha ouvido em um TED Talk que só após a primeira semana de viagem, a mente se desconecta dos problemas e das preocupações habituais… melhor fazer um teste para tirar as próprias conclusões, certo?
  • Os números são bastante equilibrados entre as pessoas que viajam com foco no relaxamento e os que partem com alguma aventura em mente ou para conhecer novos lugares (os resultados para cada propósito ficam na faixa de 30 a 40%).
  • A cada 4 pessoas que optam pelas férias só para relaxar, 1 lamenta que uma viagem assim é muito turística e não oferece suficientes experiências locais.
  • Mesmo com diferentes propósitos, 71% dos entrevistados preferem ter suas férias planejadas e com atividades definidas.

Está difícil se convencer da minha teoria só com as estatísticas acima? Não perca a fé. Ainda tenho alguns números na manga… continue lendo!

viajar é o melhor remédio

Dicas para uma viagem sem stress

Em parte, concordo com o estudo americano que acabo de mencionar: é preciso algum tempo para que a viagem tenha efeito antiestresse, além de um pouco de planejamento.

Estas são algumas das constatações que fiz ao visitar 50 países e morar em 10 deles por pelo menos 1 mês. Agora vamos aos números levantados com base em meus erros e acertos como viajante:

  • Reservar um mínimo de 3 dias de estadia em cada local ajuda a desestressar e ainda pode enxugar os gastos. Isso não é inventado, trabalhei em hotel e hostel e a gente sempre programava descontos a partir dessa quantidade de diárias.
  • Já os descontos no Airbnb costumam ser oferecidos para quem faz reservas a partir de 1 semana — mas sempre dá para trocar mensagens com os anfitriões e negociar valores!
  • 87% das pessoas com quem convivi em viagens se tornaram meus amigos nas redes sociais, 13% são amizades para toda a vida.
  • Me livrei de 99% dos perrengues de viagem graças às dicas e ajuda das pessoas que conheci pelo caminho. Além disso, o relacionamento com gente diferente da gente é uma experiência altamente enriquecedora.
  • Dizem que “quem converte, não se diverte”, mas como não bater recorde de stress quando se fica sem qualquer moeda? Já passei por isso e não recomendo. Mantenha pelo menos 20% de seu orçamento como fundo de emergência (depois você pode investir a sobra em uma próxima viagem).
  • O corpo leva um tempo se recuperar do jet lag e o mesmo acontece com o bolso. Você vai ver que dá para curtir a viagem com 1/3 (ou menos) do que estava gastando na chegada. Para acelerar essa adaptação, inclua um tour no supermercado nos seus primeiros dias em um destino. E procure fazer o máximo de refeições, passeios e compras como os moradores locais.

Pílulas de sabedoria viajante

  • Gosto de dizer que viajar é como fazer uma meditação ativa. Afinal, a gente tem que se ligar no famoso aqui/agora para responder a novos estímulos a todo momento — e isso nos libera dos pensamentos estressantes que vinham atrapalhar nosso sono.
  • O escritor Andrew Solomon, autor de best-sellers sobre depressão e viagens, resume o que comprovei ao morar fora do Brasil: “Você nunca se vê com tanta clareza como quando está imerso num lugar completamente estranho”.
  • A premiada jornalista Karen Schaler tem um livro com muitas dicas para quem quer fazer da viagem uma terapia (que deu origem a um programa de TV) e tem outra frase que adoro: “Você sabe que está fazendo a coisa certa no lugar certo, se isso lhe dá coragem para seguir em frente”.

Vai!!!

Antes de procurar por pílulas para desestressar, lembre que nem tudo precisa ser levado tão a sério — muito menos os números que cito aqui. E se você perder o sono por algum motivo, sonhe acordada (ou acordado) com a sua próxima viagem.

Beijos, Prats

dica de viagem: faça amizades
DICA: Ganhe desconto na hospedagem e ainda ajude a manter o Pratserie usando um destes links em sua próxima reserva de hospedagem!
Para escolher entre várias opções de acomodação: https://www.booking.com/s/52_6/pratse23
Para ter uma experiência local alugando um espaço para ficar: www.airbnb.com/c/fprats1

Guardanapo virtual... escreva aqui seu comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: